.

Dilma ouviu panelas no Dia da Mulher; Bolsonaro convocou o barulho

Fonte: UOL Economia

No dia 8 de março de 2015, Dia Internacional da Mulher, a então presidente Dilma Rousseff (PT) viu nascer os panelaços em seu governo. No dia 18 de março de 2020, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tentou resignificar o termo “panelaço” e foi às redes sociais convocar apoio para a mesma noite em que os descontentes queriam se manifestar.